Home » Sociais » Coluna do Leitor » Blog do Tribuna tem novo colunista, Andre Oliveira, com a Koluna do Kalango

Blog do Tribuna tem novo colunista, Andre Oliveira, com a Koluna do Kalango

De paladar refinado e excelente gourmet, facilmente poderá falar sobre culinária. Crítico e satírico, poderá dissertar sobre comportamento ou sociedade. De espírito indomável, poderá falar sobre lugares e passeios maravilhosos. Querem saber mais? Só lendo a Koluna do Kalango!

Andre Oliveira
Andre Oliveira

 

                                                             Koluna do Kalango

 

 

Olá amigos e amigas do Tribuna de Porciúncula! A convite de meu amigo Val estarei a partir de hoje quarta-feira, mas sempre às quintas-feiras com uma coluna onde farei comentários e crônicas do dia a dia com assuntos gerais de hoje, de ontem, enfim de tudo um pouco… não se assustem com a quantidade de reticências (. . .), pois tenho essa mania quando escrevo… é algo tipo “pensando”, bebendo água, café ou até mesmo “procurando a tecla”… espero que curtam e que a coluna esteja no mesmo nível do Tribuna de Porciúncula…

Lendo as notícias de hoje me deparo com um acontecimento em Russas, Ceará… um ladrão energúmeno roubou uma moto e como não agradou da mesma pelo mau estado (imagino) a abandonou e deixou um bilhete muito mal escrito (original abaixo) com os seguintes dizeres: “Ajeita essa porqueira, macho, não dá nem pra fazer um assalto. Isso não serve nem pra botar no lixo, seu fuleiro. Compre uma brozinha, macho. Valeu, compadre”.

O bilhete deixado pelo ladrão
O bilhete deixado pelo ladrão

Já não basta a humilhação do pobre ser assaltado, roubado, subtraído e ainda tem que passar por isso… vejo isso e fico desanimado, pois o pensamento vai direto nos 513 Deputados Federais e 81 Senadores da República escolhidos pelo povo que passa anos e anos reclamando e não aprende a escolher… penso em um Código Penal de 1940 totalmente obsoleto unido a uma Justiça morosa que ainda amarra os processos com barbante em pleno século XXI, penso naqueles bandidos de 15, 16, 17 anos que empunham armas, matam cidadãos, desafiam as leis e as autoridades e pela Justiça de nosso país são tratados como crianças que não tiveram oportunidade como sem algum desses aceitaria sair do crime para ingressar em algum programa de primeiro emprego ganhando R$ 724,00, vale refeição e vale transporte… o brasileiro tem o dom infeliz de sempre arrumar culpado para tudo que acontece de ruim… é um inquisidor nato como eu sempre digo, pois julga e condena sumariamente na primeira opinião sem dar o menor meio de defesa e depois quando chega a conclusão da inocência do julgado não é capaz de se retratar na mesma rede social ou roda de amigos em que fez a inquisição do coitado. O brasileiro muitas vezes acusa a polícia de truculenta por bater e depois perguntar, mas quem julga sem conhecimento faz pior, mas infelizmente pessoas assim não usam espelho e assim não olham dentro dos próprios olhos. Resumindo… não precisamos de ser antropólogos para saber que está tudo errado aqui e que o erro maior está dentro de cada um que se julga santo… mas como dizia a música: “não adianta rezar e fazer tudo errado” não adianta ter sorte se a atitude não existir e nem culpar o azar se ficar sentado olhando e julgando o que está a sua volta… parece tudo muito complexo, mas com um pouquinho de boa vontade por crer que é simples, pois a mudança que tanto esperamos e queremos tem que partir primeiro de nós mesmos… ponto final!

                                                                                                                    Andre Oliveira

Veja também

Desafio Tribuna: Veja as respostas

Durante a semana o Blog publicou o desafio “De quem são esses olhos”. Veja agora …

Saúde recomenda vacinação contra Hepatite B em Porciúncula

A Secretaria de Saúde de Porciúncula disponibiliza a vacina contra a Hepatite B gratuitamente nos …

Quem flagramos curtindo Brasil x México em Porciúncula

Veja quem nossa reportagem flagrou torcendo pelo Brasil nos bares, restaurantes e quiosques de Porciúncula …

Um comentário

  1. Pingback: pay day

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: