Home » Esportes » Como foi a torcida de Porciúncula no Brasil x México

Como foi a torcida de Porciúncula no Brasil x México

Na busca pelo hexa da Copa do Mundo, a torcida de Porciúncula, ainda tímida nas ruas, vibrou com a seleção em mais uma vitória

Faltando apenas uma partida para passar para a próxima fase, a seleção brasileira ainda está fazendo a galera roer até o sabugo das unhas. A torcida de Porciúncula, parecendo ainda receosa com o desempenho do escrete nacional, ainda parece estar preferindo torcer em casa.

Nos bares e restaurantes da cidade, uma frequência bem abaixo das edições anteriores, tem deixado um certo clima de desânimo entre os que se arriscam em torcer uniformizados e com bandeiras na mão durante os jogos.

Segundo um comerciante local, o movimento, apesar de ser aquém do esperado, tem aumentado um pouco a cada vitória da seleção. Com o desempenho melhor a cada jogo, na Super Útil, a principal loja de artigos para a Copa do Mundo em Porciúncula já se nota um movimento bem maior do que na estreia do Brasil na Copa.

Sem maiores incidentes ou confusões, o clima foi de harmonia e segurança. No local, uma patrulha da 2ª Cia do 29ºBPM não anotou  anormalidades durante o horário do jogo ou das comemorações.

Na Praça Antônio Amado, local onde se concentram a maioria dos torcedores locais, o movimento no dia do jogo do Brasil contra o México, o movimento, mesmo muito aquém das edições anteriores, era maior do que no jogo passado.

No Quiosque do Zé Luiz, na Praça do Fórum o movimento não pareceu diferente do jogo anterior, mas já se podia sentir mais animação por parte dos torcedores no local.

Na Rodoviária, com os 3 bares do local aberto, o movimento foi superior ao do jogo anterior.

 

No Bairro Santo Antônio, um pequeno, mas animado grupo de torcedores, animados com a vitória da seleção, já comemoravam a possível passagem de fase da seleção.

No bairro da Ilha a pracinha foi ponto de encontro para um churrasco e comemoração no quiosque local.

Na próxima partida do Brasil, no dia 06, às 15 horas contra a Bélgica, os comerciantes locais acreditam num bom aumento de público por 3 fatores: Ser na sexta-feira, ser na parte da tarde e o torcedor, devido aos resultados, estar passando a confiar mais na seleção.

Vamos aguardar a próxima partida. Nós acreditamos na classificação! E você?

Veja na próxima página a galera que o Tribuna flagrou nas comemorações da vitória do Brasil contra o México. 

Val Oliveira / Blog do Tribuna