Home » Destaques » COPA 2014: Julio Cesar emocionado, “Meu ciclo na Seleção não acabou”.

COPA 2014: Julio Cesar emocionado, “Meu ciclo na Seleção não acabou”.

Goleiro defende cobrança de chileno no Mineirão – Alexandre Cassiano / Agência O Globo

Há quatro anos, Julio César pediu uma segunda oportunidade. O goleiro ficou marcado pela derrota para a Holanda, nas quartas de final da última Copa, na África do Sul, por ter falhado no lance do segundo gol de Sneijder. Contestado pela torcida, mas dono da confiança de Felipão, Julio César chegou à decisão de pênaltis neste sábado, contra o Chile, no Mineirão, com o peso da responsabilidade de ser herói ou vilão do sonho do hexacampeonato. Duas defesas nas primeiras cobranças do Chile decidiram o seu destino, pelo menos até o próximo jogo.

— Quatro anos atrás eu dei uma entrevista muito triste, muito chateado. Eu to repetindo hoje, mas com muita felicidade. Só Deus e a minha família sabem o que eu passei e o que eu passo até hoje, mas o meu ciclo na seleção não acabou. Meus companheiros estão me dando muita força para eu entrar em campo, para estar aqui. Faltam três degraus, e eu espero dar outra entrevista, com o Brasil todo em festa — disse o goleiro, chorando, ainda no gramado.

Com as duas defesas nos pênaltis e mais uma no segundo tempo do jogo, o goleiro foi eleito o melhor jogador da partida pela Fifa.

— Esperávamos que seria um jogo difícil. Apesar do primeiro tempo ter sido bem jogado por nós, depois do gol de empate, eles se encontraram na partida e dificultaram o nosso jogo — avaliou o goleiro. — É complicado psicologicamente, emocionalmente, representar o país dentro de casa é uma pressão muito forte. Mas, graças a Deus, deu tudo certo.

Capitão da seleção, o zagueiro Thiago Silva revelou que Julio César havia dito, ainda no vestiário, que pegaria três cobranças, caso o jogo fosse decidido nos pênaltis:

— Fico muito feliz por ele. Só ele merecia esse momento.

Ainda no Mineirão, Julio César contou a conversa que teve com Felipão antes do jogo:

— ​Falei para ele (Felipão) que toda aquela confiança que ele tem no meu trabalho ia ser colhida nesse momento, nos pênaltis. Foi tudo fenomenal — disse o jogador, que pediu um jogo mais tranquilo nas quartas de final. — Goleiro nao tem esse tipo de vaidade, não quer ser protagonista. Eu prefiro que no próximo não seja assim. Senão minha mae, meus familiares, vão sofrer do coração.​

fonte:oglobo.com.br

Veja também

Marcelo Rezende morre aos 65 anos

  O jornalista Marcelo Rezende foi diagnosticado com câncer no pâncreas e no fígado em maio …

IFFluminense Itaperuna: Inscrições abertas para 370 vagas

IFFluminense de Itaperuna dispõe de 370 vagas em cursos técnicos e de nível superior com inscrições …

André Moscoso, o fenômeno das redes sociais

André Moscoso: milhões de visualizações, de funk a política. Locutor paulista de 28 anos faz …

Um comentário

  1. Pingback: instant cash loans