Home » Política » Deu no Blog do Garotinho

Deu no Blog do Garotinho

Decisão de juíza é uma aberração jurídica

Eu sempre afirmei que minha candidatura incomoda os poderosos. Hoje tive mais uma prova disso. Uma juíza da fiscalização da propaganda eleitoral comunicou à Rádio Manchete, quinze minutos antes de eu entrar no ar, que eu não poderia apresentar o programa a partir de hoje. Vejam a sequência de absurdos na decisão da magistrada Denise Barbosa Assunção, contra qual entrarei com recurso ainda hoje.

1 – A juíza afirma tratar-se de uma “denúncia anônima informando a realização de propaganda eleitoral extemporânea realizada nas Caravanas da Paz”. Se a denúncia é contra a Caravana da Paz por que ela tirou o Fala Garotinho do ar?

2 – A denúncia anônima afirma que o evento “é como se fosse um comício antecipado”. Desafio a magistrada a provar que em qualquer caravana tenha sido tratado de outro assunto que não o propósito das caravanas: evangelização, louvor e adoração. Quem já assistiu a um dos nossos eventos sabe disso.

3 – A magistrada afirma que a Caravana Palavra da Paz iniciou-se em janeiro deste ano com o intuito de fazer promoção pessoal. Quem conhece o evento sabe que ele ocorre há mais de 20 anos, sendo dez de forma ininterrupta todas as semanas.

4 – Pelo menos cinco vezes em sua decisão a magistrada comete erros que provam que não foi ela que escreveu a sentença como poderão ver agora: “conforme largamente divulgado pelo próprio candidato Anthony Garotinho, o mesmo é pastor da Igreja Presbiteriana, isso está à disposição em seu site”. Ela não deve ter lido meu site porque nunca disse que sou pastor. Sou formado em teologia, é outra coisa.

5 – Em sua decisão a magistrada afirma que entre o material de promoção pessoal distribuído nas caravanas está a Bíblia. Ela não deve conhecer a palavra de Deus, que faz promoção da salvação, e de mais ninguém.

6 – A magistrada confundindo os programas Fala Garotinho e Palavra de Paz diz que “ele criou agora o Clube das Donas de Casa com carteirinha nova, de plástico, resistente”. As carteirinha como meus ouvintes sabem existem desde 1993 na Rádio Tupi. A única inovação é que estou trocando as carteirinhas de papel por plástico.

7 – A magistrada diz que distribuo enxovais de neném para mães carentes. Ela desconhece que a Obra do Berço mantida por mim há 20 anos só no ano passado forneceu enxovais a mais de 6 mil mães pobres.

8 – Ela afirma que o programa cria uma desvantagem em relação aos outros candidatos. Acontece que a Lei Eleitoral determina que “não poderão a partir das convenções apresentar programas de rádio e TV aqueles que tiverem seus nomes homologados pelo partido”. Vamos frisar, a partir das convenções. Por que a magistrada que tomou a decisão em cima de uma denúncia anônima não faz o mesmo com outro comunicadores que são candidatos. O que tem mais potencial apara influenciar os eleitores? O meu programa de rádio ou o de Wagner Montes na TV Record, ou então o meu programa radialista e deputado estadual Pedro Augusto da Rádio Tupi?

9 – A magistrada invadiu uma área garantida pela Constituição, que impede a censura prévia. Ela não apontou nenhuma ilegalidade cometida pelo meu programa partindo para a censura prévia, o que não é admitido nem mesmo nas propagandas eleitorais de rádio e televisão, que só podem ser retiradas depois de irem ao ar.

Agora o mais incrível de tudo: “Em todas estas ações, assim como a Caravana Palavra de Paz, o candidato possui o perfil Palavra de Paz, mantém a loja Palavra de Paz e cumprimenta os ouvintes com ‘a paz do Senhor’, a palavra Paz está ligada ao seu nome, à sua figura, à sua atuação”. Não preciso dizer mais nada. Lamento pela má fé ou incompetência.

Veja também

Porciunculenses se destacam em competições de Jiu jitsu

Com menos de dois anos de prática de jiu jitsu, os jovens atletas já participaram …

Vacina contra Gripe: ainda dá tempo de se proteger

Vacina contra a gripe: vá correndo à Unidade de Saúde mais próxima de sua casa …

Combustíveis já começam a faltar no Noroeste Fluminense

Greve de caminhoneiros já reflete no interior do estado e combustíveis já começam a faltar …

Um comentário