Home » Destaques » Eduardo Campos morre em desastre aéreo em Santos

Eduardo Campos morre em desastre aéreo em Santos

O candidato a presidência da República, Eduardo Campos (PSB), morreu na manhã de hoje, (13/08) em um acidente aéreo em Santos (SP). O avião em que o candidato viajava, acompanhado de mais 6 pessoas caiu em uma área residencial há poucos quilômetros do local onde deveria pousar.

10325538_312851872199481_6622929923224905408_n

Sua vice, Marina Silva e sua esposa e filhos, que costumavam viajar junto com Eduardo Campos, não estavam à bordo. Segundo as primeiras informações, testemunhas oculares declararam que o avião estaria em chamas antes do  choque que ocasionou a morte de todos os seus ocupantes e ferimentos em 6 pessoas no solo, todas sem gravidade.

Marina-Silva-e-Eduardo-Campos

Segundo testemunhas oculares, antes de se chocar com o solo o jato já estaria envolto em chamas. Uma delas chegou a afirmar que antes de cair, o piloto teria conseguido realizar uma manobra, passando entre dois prédios.

Local 1

O ex-governador de Pernambuco havia saído do Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, para um compromisso no Guarujá (SP). No meio do trajeto, o jato particular caiu próximo ao Canal 3, bairro nobre de Santos, sobre uma academia de ginástica na Rua Vahia de Abreu, no Boqueirão.

Edu aviãoaviao_2

Além dele, estavam a bordo da aeronave os assessores Pedro Valadares, assessor direto; Alexandre Severo, fotógrafo oficial, Carlos Augusto Percol, assessor de imprensa; Marcelo Lira, cinegrafista; e Alexandre Severo, fotógrafo oficial, além dos pilotos Marcos Martins e Geraldo da Cunha.

 

pedrinho

 

 

 

Piloto

vitimas_santos1

 

A Força Aérea Brasileira (FAB) informou que a aeronave Cessna 560 XL de prefixo PR-AFA se preparava para pousar quando teve de arremeter. Uma equipe do Quarto Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SERIPA IV) foi ao local e já está investigando as causas do acidente.

Eduardo mapa-eduardo-campos-pequeno-1407951688131_615x300

Nessa terça-feira (12/8), Campos cumpriu agenda de campanha no Rio de Janeiro de onde decolou hoje pela manhã para São Paulo. Hoje estava prevista uma entrevista coletiva na Praia do Mercado, às 10h30, e depois Campos participaria de um seminário. No final da tarde, daria nova entrevista em São Paulo.

EDUARDO CAMPOS Morre

Eduardo Henrique Accioly Campos era pernambucano. Neto de Miguel Arraes,  era filho de Maximiliano Arraes e da ex-deputada federal e ministra do Tribunal de Contas da União Ana Arraes. Campos foi eleito duas vezes governador de Pernambuco. Também foi deputado estadual três vezes deputado federal, secretário estadual de Governo e de Fazenda e ministro no governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Formado em economista na Universidade Federal de Pernambuco, Campos concorria pela primeira vez à Presidência da República.

Eduardo eo filinho

Eduardo e o filinho

Eduardo Campos, morreu no mesmo dia em que seu avô, o também político Miguel Arraes, que foi três vezes governador de Pernambuco e um dos grandes nomes da política do nordeste no Brasil.

 

Arraes morreu no dia 13 de agosto de 2005, aos 88 anos, após sofrer com uma infecção pulmonar. Além de governar o estado de Pernambuco, o político que iniciou a carreira em 1947, foi deputado estadual, deputado federal, secretário de Estado e prefeito de Recife. Após o golpe militar de 1964, o político foi exilado na Argélia e só retornou ao Brasil em 1979. Arraes tinha Eduardo Campos como seu sucessor natural no mundo da política.

 

Eduardo e Arraes

 

O perfil de Eduardo Campos

Eduardo-Campos (1)

. O político nasceu no Recife, Pernambuco, no dia 10 de agosto de 1965.  Eduardo conviveu desde a juventude com os maiores nomes da política local e nacional. Casado com Renata Campos de Andrade Lima companheira dos tempos de adolescência. Eduardo tem cinco filhos: Maria Eduarda, João, Pedro, José Henrique e o caçula, Miguel, nascido em 2014 e que leva o nome do célebre bisavô.

Eduardo Campos e esposa13163675

eduardo-campos

 

Segundo a mais recente pesquisa de intenção de voto do Ibope, divulgada no último dia 7, ele tinha 9% das intenções de voto, atrás de Dilma, com 38%, e Aécio, com 23%.

De acordo com a legislação eleitoral, o PSB poderá registrar em até dez dias outro candidato para substituir Eduardo Campos na disputa pela Presidência da República.

 

Veja também

Petroleiro natividadense morre em acidente na RJ214

Trágico acidente de moto tira a vida do petroleiro natividadense Rafael Bazeth. Fatalidade consterna todo o …

Acidente na noite de sábado na rodovia RJ220

Motorista perdeu o controle do veículo e colidiu com duas árvores na rodovia RJ220, em …

Carro com 5 ocupantes cai em rio e mata 3 jovens

Acidente ocorreu na manhã deste domingo (10) quando 5 jovens regressavam de um baile em …