Home » Destaques » Estuprador de Campos confessa o crime

Estuprador de Campos confessa o crime

Vítima reconheceu o criminoso na delegacia. Estuprador de Campos foi reconhecido na rua por uma inspetora da Polícia que passava pelo local

O que era para ser mais uma coletiva na manhã desta quinta-feira (31/03) com o intuito de divulgar as imagens do suposto homem que teria abusado de uma estudante do Instituto Federal Fluminense (IFF), na última semana, teve um final no mínimo inusitado, quando no meio da coletiva, momentos antes da divulgação das imagens, o homem foi capturado. Horas depois da prisão, a vítima, que mora em Mimoso do Sul, no Espírito Santo, foi à delegacia e reconheceu o suspeito como sendo o homem que a estuprou.

A delegada Ana Paula de Oliveira Carvalho havia convocado a imprensa para divulgar as imagens com o objetivo de que a população reconhecesse o suspeito, quando foi informada que o mesmo havia sido localizado.

estupradorcampos
O acusado é Carlos André das Dores, de 40 anos. Caso outras mulheres tenham sido alvo do criminoso, basta procurar a delegacia ou ligar para o Disque-Denúncia são (22) 99613-8769 / (22) 2738- 1309. Foto: Laila Nunes

A inspetora da Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam), Luciana Manhães, saía de folga, quando ao passar próximo ao Mercado Municipal, viu o homem com a mesma roupa usada no dia do crime (camisa azul, bermuda listrada nas cores azul, cinza e preto) e um boné verde.

Logo que viu o homem, a inspetora o abordou e acionou apoio da delegacia. “Eu estava saindo de folga depois de longas tentativas de encontrar o suspeito e acabei o vendo na rua. Ele não resistiu à prisão e no momento não estava armado”, disse a policial que foi parabenizada pelos colegas.

O suspeito Carlos André das Dores, de 40 anos, inicialmente negou que teria abusado da adolescente e disse que seria morador de rua. Após ver as imagens da câmera de segurança, em que mostrava claramente ele, inclusive com a mesma roupa que usava no dia do crime, ele confessou.

A adolescente de 17 anos que foi estuprada quando se deslocava para o IFF irá comparecer até a Deam para o reconhecimento. No dia do crime, foi colhido material genético do estuprador, no corpo da adolescente, que será enviado para um laboratório no Rio de Janeiro, para o exame de DNA.

A delegada pediu a divulgação da foto do suspeito, para que outras mulheres, que por ventura tenham sido atacadas, ou abordadas pelo suspeito possam fazer o reconhecimento. Os telefones do Disque-Denúncia são (22) 99613-8769 / (22) 2738- 1309.

O ESTUPRO 
A estudante foi estuprada, na manhã de quarta-feira (23/03), quando estava a caminho do Instituto Federal Fluminense (IFF). A adolescente caminhava pela Rua Carlos Sobral, no Parque Tamandaré, quando foi abordada por um homem que a levou a força para dentro de uma casa em obra, que estava vazia.

A estudante foi socorrida por uma mulher, que a levou para um hospital particular, a pedido dela e de lá, a adolescente ligou para o namorado, que acionou a Polícia Militar. Um dos pedreiros que trabalha na obra da casa, contou que chegou ao local às 7h45, logo após o ocorrido e disse que a garagem ficava fechada com um pedaço de arame e que o portão da casa ficava aberto.

Fonte: Ururau Foto interna: Laila Nunes  Foto capa: Filipe Lemos/Campos 24 Horas

 

[slideshow_deploy id=’16494′]

 

digitalnet-300px

digitalnet-e1442072359157

Veja também

Carta de despedida a Campos dos Goytacases

Em nossa Coluna do Leitor, o Blog do Tribuna publica um artigo muito bem humorado …

Garota estuprada por 8 homens na Zona da Mata

Caso se assemelha ao do RJ, o estupro coletivo foi filmado e colocado na internet. …

Presos são transferidos da Casa de Custódia para Campos

Notícia pegou familiares de surpresa. 98 presos em Itaperuna são transferidos da Casa de Custódia …

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: