Home » Destaques » Gás de cozinha sofrerá aumento na próxima semana

Gás de cozinha sofrerá aumento na próxima semana

Segundo a Petrobras, este é o primeiro aumento desde dezembro de 2002.
O gás de cozinha terá o reajuste médio de 15%

A Petrobras informou na segunda-feira (31) que reajustará os preços de gás liquefeito de petróleo para uso residencial, envasado em botijões de até 13 kg (GLP P-13).

Segundo nota enviada à imprensa, a alta média será de 15% e entra em vigência a partir de desta terça (1).

O preço da botija varia por região e até por estado. No Espírito Santo, por exemplo, o gás de cozinha ficou entre 12% a 15% mais caro na Grande Vitória, desde a  quinta-feira (1). Com isso, o botijão passou a custar, em média, R$ 65.

O aumento deve ser sentido aos poucos pelo consumidor, seguindo a chegada dos novos estoques com os valores atualizados nos postos de revenda. A previsão é a de que até a primeira quinzena de setembro os postos de venda já estejam trabalhando com preços mais altos.

alta_gas_01_09

A Petrobras ainda pode fazer um reajuste a mais, como fez no ano passado, quando foi anunciado às 18h do dia 31 de agosto que o valor iria subir 15%.

Segundo a Petrobras, este é o primeiro aumento do preço do gás de cozinha desde dezembro de 2002.

Em nota divulgada na sexta-feira (28), o Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Gás Liquefeito de Petróleo (Sindigás) havia informado que haveria o aumento, sem precisar de quanto seria.

De acordo com o Sindigás, o presidente da Sergás (sindicato das revendedoras), Robson Carneiro dos Santos, afirma que o reajuste será repassado ao consumidor. “Não tem como segurar o preço final por muito tempo porque os nossos custos também subiram muito”, afirmou, segundo nota divulgada no site do sindicato.

Com informações do G1.

propaganda supermercado são sebastião

Unidas-Farma-JF-Braz-1

Gaya

 

Veja também

Preço do Botijão de gás de cozinha custará mais caro na próxima semana

O reajuste pode variar nos postos de venda de 6% a 12% e passa a …

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: