Home » Destaques » Itaperuna: Já começou em setembro a segunda dose da vacinação contra o HPV

Itaperuna: Já começou em setembro a segunda dose da vacinação contra o HPV

A Secretaria Municipal de Saúde de Itaperuna, RJ, informa que a partir de 1º de setembro, a segunda dose da vacina contra o Papiloma Vírus Humano (HPV) estará disponível. A pessoa deverá procurar a Unidade de Saúde mais próxima de sua residência, a fim de se informar sobre qual posto (mais próximo) estará realizando a vacinação.

AITA1

Em março de 2014, durante a primeira fase de vacinação, foram vacinadas 1.720 meninas na faixa etária de 11 anos a 13 anos completos. Esta estatística compreende 82.18% do total de meninas residentes no município.  A meta de vacinação estimada pelo Ministério da Saúde para os municípios brasileiros foi de 80%, portanto, o município itaperunense superou a meta.

De acordo com a coordenadora de Imunização, Sheila de Oliveira, a vacinação será destinada às meninas com idades entre 11 e 13 anos, que participaram da primeira campanha, ocorrida em março deste ano. “É muito importante que os pais fiquem atentos à data da vacinação, pois, a segunda dose irá conferir às meninas já vacinadas anteriormente, a imunização necessária contra o vírus do HPV. Mesmo a vacina estando no calendário de rotina vacinal do município, é imprescindível a vacinação das adolescentes agora, pois, para o Ministério da Saúde, este é o momento de se conferir a imunidade através da segunda dose”, reforça.

CÂNCER DE COLO DO ÚTERO

A coordenadora do Programa Saúde da Mulher, Sandra Helena, falou sobre o impacto da vacina contra o HPV. “Hoje, a vacina é a grande ferramenta de prevenção para a eliminação do HPV e a diminuição do câncer de colo do útero. Além da política de saúde pública existente no município, onde temos assistência voltada a detecção do câncer através da coleta do exame preventivo, há o reforço do Ministério da Saúde, que implementou em 2014 a vacinação gratuita para as meninas de 9 a 13 anos”, diz.

Ainda de acordo com a coordenadora, a vacinação confere imunidade, mas, não elimina as consultas ginecológicas e nem as coletas para detecção precoce e preventiva do rastreamento de mulheres (condições férteis ou não), em busca de lesões que possam desenvolver o câncer de colo do útero. “Com essa vacinação, acredito que em menos de dez anos teremos diminuído muito o impacto da infecção por HPV em nossas mulheres”, conclui.

EDUCAÇÃO EM SAÚDE COMO MEDIDA DE PREVENÇÃO – A Secretaria de Saúde mantém uma equipe de técnicos especializados em Educação em Saúde, para atuar junto às escolas, associações, clubes de serviços, indústria, comércio, igrejas e afins, com o intuito de fomentar o conhecimento e sanar as dúvidas da população, visando a excelência de um trabalho preventivo e educativo. “Uma das doenças mais abordadas durante nossas ações, são as doenças sexualmente transmissíveis e os cânceres, onde se enquadram o HPV, o condiloma, câncer de colo do útero, entre outras doenças do trato genital feminino e masculino também, como o câncer de próstata”, finaliza Gesiney Botelho, coordenador do NICES (Núcleo de Informação, Comunicação e Educação em Saúde).

MELHORES INFORMAÇÕES

Outras informações sobre HPV e a vacinação poderão ser obtidas através dos seguintes contatos:

Telefone: (22) 3824 2302

Programa Saúde da Mulher – Ramal 21

Coordenação de Imunobiológicos (Sala de Vacinação) – Ramal 31

 

 

Informação: NICES | Edição: Departamento de Comunicação – Prefeitura de Itaperuna

Fotos: NICES (arquivo)

Veja também

Expo Itaperuna começa neste fim de semana

A Expo Itaperuna terá shows de Marília Mendonça e Maiara & Maraisa. O Blog do …

Jovem mata ex-companheira e se suicida em Itaperuna

Ele com 17 anos, ela com 19. Jovem mata ex-companheira e se suicida em Itaperuna, …

Noroeste continua sob a proteção do 29º BPM

Atividade do Guardião do Noroeste continua normal. Medo de uma paralisação assustou toda a região. …

Um comentário