Home » Destaques » Koluna do Kalango: ALA LA Ô! Ô Ô Ô! Ô Ô Ô! OLHA O CARNAVAL AÍ GENTE!

Koluna do Kalango: ALA LA Ô! Ô Ô Ô! Ô Ô Ô! OLHA O CARNAVAL AÍ GENTE!

Vem chegando o Carnaval… a cada ano que passa tudo parece estar muito diferente ou sem sentido… perdendo, ou já perdeu a essência?

Estive em Porciúncula nesta quinta-feira… vi que estavam montando o palco… ou palanque? Mas o ar não era de Carnaval… era algo estranho… não tinha nada de decoração, nada mesmo, nem uma máscara desbotada no poste e logo me veio à mente, os Carnavais que vivi na infância e adolescência…

carnaval 3

André Oliveira
André Oliveira

 

 

Ruas decoradas, marchinhas, sambas, escolas de samba, Acadêmicos de Porciúncula, Toca do Coelho, Surgindo no Samba, Unidos da Ponte, blocos, Caça e Pesca, Ureop, o Léo, a Alzirinha da Banda, a “venda” do Jamil vendendo confete e serpentina, máscaras e tecidos para fantasias… gente nas ruas, nos bares e em todo lugar…

carnaval 1

Muitos bebiam, mas não como hoje, onde qualquer festa ou evento a bebida não é mais coadjuvante e sim estrela principal e bebendo por beber, uma parte considerável não segura a onda e depois, qualquer movimento se torna discussão e briga… os valentes do álcool.

Eu posso estar sendo saudosista, mas hoje o Carnaval é de axé e arrocha quase na totalidade… a tradição do samba foi deixada de lado em pleno Estado do Rio de Janeiro onde sempre exportamos ritmos e desde a década de 90 assumimos a “baianidade” musical.

carnaval 2 (1)

Mais recente, surgiram outros sons, que prefiro não comparar com música… a gente vai a uma exposição e lá tocam arrocha, vai à quermesse, tocam arrocha, ou seja, a falta de diversidade tomou conta de vez e em qualquer situação tocam a mesma coisa

Em Porciúncula, ainda temos a garantia da tradição mantida através da Banda Mandioca com Torresmo, que sobrevive a invasão tocando marchinhas e sambas enredo tradicionais. Ficamos 2 carnavais (acho eu) sem a alegria dessa banda e em 2014, quando tocou na vizinha cidade de Tombos eu mesmo me senti órfão das marchinhas e principalmente de “Cidade Maravilhosa”… pra mim ela abre e fecha qualquer Carnaval.

Carnaval de 1988, de lá pra cá, uns endireitaram, outros... continuam gozadores até hoje!
O baile do Caça e Pesca era diversão garantida. Arquivo pessoal: Bigodinho.

 

Agora em 2015, para nossa alegria, teremos Mandioca com Torresmo outra vez na Praça Antônio Amado… masssssssssss na quinta-feira 12/02, eu ouvi pessoas reclamando da programação e que irão para outra cidade, sem medir as consequências de beber e dirigir… Na verdade, gente assim é nada mais, nada menos, que chatos de galocha, pois não estão felizes consigo e assim se acham no direito de reclamar de tudo.

Me parece que permitiram um tempo a mais para os festejos, mas para isso, as pessoas deverão colaborar, pois se houver briga a lógica será a diminuição do tempo outra vez. Então vamos aproveitar da melhor forma, brincando, bebendo com moderação e limite, respeitando o espaço das pessoas, o repertório das bandas… afinal, começa sábado e serão 4 dias varando até a madrugada de quarta-feira…

Portanto não se esqueça: SE BEBER NÃO DIRIJA… E NÃO BRIGUE TAMBÉM, pois nada pior que acidentes, multas e ressaca moral.

Vou ficando por aqui… que todos tenham um feliz Carnaval…

Até quinta que vem, se Deus assim permitir!

♫ ♪ ♫ Cidade Maravilhosa, cheia de encantos mil… ♪ ♫ ♪

Veja também

Seca na região: 10 cidades estão em estado de emergência

Seca na região: Situação é mais crítica nas regiões Norte e Noroeste do estado. 10 …

Estiagem: Cedae reduz abastecimento de água em municípios

Estiagem prolongada baixa nível de rios e Cedae reduz abastecimento de água em vários municípios. Santa …

Hugo Freitas: O campeão do Jiu-Jitsu voltou!

Hugo Freitas, uma grande promessa no Jiu-Jitsu, que com apenas 10 anos de idade,  já tem …