Home » Destaques » Marcos Hiroyuki apresenta melhoras e já reage à alguns estímulos

Marcos Hiroyuki apresenta melhoras e já reage à alguns estímulos

Após 19 dias, mesmo sendo ainda considerado muito grave, o quadro de saúde do professor de capoeira Marcos Hiroyuki Iwata, já apresenta leves sinais de melhora, com o paciente mostrando resposta à alguns estímulos sonoros, mais ainda permanecendo em estado de coma. Hiroyuki inicialmente se envolveu em uma briga que se iniciou na porta de uma casa de shows em Itaperuna na madrugada de sexta para sábado ,29/11 e terminou em um estacionamento próximo.

Logo após a primeira semana internado na Unidade Neurológica do Hospital São José do Avaí, Hirô, como é mais conhecido,  havia apresentado um leve quadro de pneumonia, que foi tratada com sucesso. Segundo um dos médicos que atendem o jovem, a pneumonia é uma intercorrência normal no quadro do paciente, mas que este respondeu satisfatoriamente à medicação. Nos últimos dias, uma infecção na meninge chegou a preocupar os médicos, mas o jovem atleta respondeu bem ao tratamento e venceu também essa batalha, reforçando a esperança de todos em sua recuperação.

 

hiro4

Segundo o Neurocirurgião Dr Marcio Pereira Júnior, um dos médicos responsáveis pelo caso, “o quadro clínico é estável e ele está esboçando uma recuperação neurológica. O risco de morte diminuiu bastante e a expectativa é que ele saia do coma”.

Segundo foi apurado, não há um prazo previsto para que o paciente saia do coma natural o que pode vir a ocorrer a qualquer momento , dentro de dias, semanas  ou até mais tempo. Segundo informado, os órgãos como coração, pulmão, fígado e rins, tem seu funcionamento normal. A pressão intracraniana permanece monitorada e o paciente não sofre mais convulsões, com a febre controlada.

Passadas quase 3 semanas do fatídico acontecimento, e com o quadro de estabilidade do paciente, que apesar de ser considerado ainda grave, apresenta sinais de  melhora, as atenções se voltam para a apuração do que de fato ocorreu naquela madrugada.

Segundo nossas fontes, os depoimentos apresentados por algumas testemunhas e até mesmo de alguns envolvidos apresentam grandes contradições, o que complica ainda mais o caso. Até hoje não foi divulgado se alguma câmera interna da casa de shows flagrou qualquer desavença ou confronto entre os envolvidos no interior da casa de espetáculos. A versão atual, é de que apenas uma câmera na área externa da boate tenha gravado o início de uma briga. Segundo é ventilado nas redes sociais, a pancadaria havia começado na porta de saída e terminado em um estacionamento próximo a boate, onde se afirma, ocorreram as agressões que causaram as lesões em Marcos Hiroyuki.

Como não há câmeras de segurança no local, a Polícia Civil da 143ªDP, que investiga o caso,tem que se valer apenas de provas testemunhais para apurar o caso, que inicialmente, teria como principal suspeito, um jovem que também seria lutador e é visto como um dos principais envolvidos no caso. Versões dão conta que um dos envolvidos na confusão, seria um policial e que o mesmo, havia impedido que alguém se aproximasse da briga que ocorria.

Ao que se sabe, tanto o delegado titular da 143ª DP, Dr.Henrique, quanto seu adjunto, Dr. Márcio, ainda não se pronunciaram à respeito do caso, mas, continuam investigando e segundo informações, grande parte dos depoimentos já foi tomada, aguardando-se para breve, alguma informação oficial à respeito das investigações.

De: Val  de Oliveira/Jornal Tribuna/Blog do Tribuna

 

Veja também

PORCIUNCULENSE LANÇA LIVRO DE POESIAS

Noite de apresentação e autógrafos da obra “Nas Entrelinhas”, do professor, escritor e poeta porciunculense Altair José …

Vinnícius Coutinho é ouro na Inglaterra

Atleta Vinnícius Coutinho leva a bandeira de Porciúncula ao lugar mais alto do pódio em …

Carta de despedida a Campos dos Goytacases

Em nossa Coluna do Leitor, o Blog do Tribuna publica um artigo muito bem humorado …