Home » Destaques » Novos casos suspeitos de Febre Maculosa surgem em Natividade

Novos casos suspeitos de Febre Maculosa surgem em Natividade

Alguns pacientes que estiveram internados em Itaperuna receberam alta e passam bem.
Mais duas pessoas procuraram o atendimento da secretaria de Saúde de Natividade ontem com sintomas da Febre Maculosa. Segundo a coordenadora municipal de Vigilância Epidemiológica, Maria das Graças Estanislau, no total já são 24 casos suspeitos e um homem morto, porém em nenhum caso foi possível constatar se a causa realmente é a Febre Maculosa, devido os exames de sangue ainda estarem sob análise do Laboratório Central de Saúde Pública do Rio de Janeiro Noel Nutels (Lacen) e Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz).
O dono da Fazenda Ponte Nova que estava internado no CTI, o bebê de oito meses da localidade de Bananeiras (ambos de Natividade) receberam alta do Hospital São José do Avaí.
 Além da Fazenda Braúna que foi identificado como local suspeito de infestação dos carrapatos, estão surgindo outros lugares em Natividade já na zona urbana como, o bairro Tubiacanga, Morada do Engenho, assim como, o bairro Liberdade. Todos ficam próximo às margens do Rio Carangola e tem uma grande quantidade de capivaras.
As capivaras são o principal hospedeiro do carrapato estrela
As capivaras, que hoje se reproduzem sem controle, são o principal hospedeiro do carrapato estrela
Maria das Graças Estanislau disse que a secretaria de Saúde está adotando medidas para prevenir a população. “Estamos fazendo palestras nas unidades de saúde dos bairros e distritos, na igreja para que todos possam se cuidar e conhecer os sintomas”, ressaltou.
Capivaras - aviso
     Mesmo com placas de aviso em municípios ribeirinhos, pessoas continuam frequentando esses locais
Ação – Além disso, Maria das Graças contou que haverá um “dia D” em que os cães receberão carrapaticida. Ela também informou que as secretarias de Defesa Civil, e Meio Ambiente farão uma ação conjunta ao longo da margem do Rio Carangola. “Estão aguardando as roupas apropriadas para início da ação”, afirmou.
carrapato-101 carrapato-031
                 Equipes da FIOCRUZ já estiveram em Natividade colhendo material para análise
Porciúncula: As três crianças que estavam internadas em Itaperuna já foram liberadas e estão em casa. Segundo a assessoria de imprensa da prefeitura, surgiram dois novos casos, uma pessoa no distrito de Purilândia e outra no distrito de Santa Clara. Ambas estão recebendo tratamento devido e foi colhido sangue para análise.
Varre -Sai:  Mesmo com 26 casos suspeitos, o município já recebeu todos os resultados dos exames da Fiocruz, e, nenhum acusou Febre Maculosa, conforme disse o secretário de Saúde, Celso Garcia.
Stella Barros, bióloga do Centro Estadual de Entomologia (CEZ) revelou, que todos as amostras de sangue enviadas ao Laboratório Lacen já fora encaminhadas para análise da equipe da Fiocruz.
Sintomas – A Febre Maculosa pode ser facilmente confundida com dengue, os sintomas apresentados são muito parecidos, porém, se não for diagnosticado rapidamente, o doente pode morrer em menos de 15 dias. É importante que a pessoa não tome remédio por conta própria para que isso não altere o quadro e prejudique a identificação da doença. No início, a pessoa sente febre alta, dor de cabeça e no corpo com pequenas manchas avermelhadas na pele, náusea, vômitos, falta de apetite.
Maculosa - infectado 2Neste estágio da doença a pessoa infectada já corre  risco de morte
Se estiver com sintoma, procure o médico. Neste estágio da doença  já se corre risco de morte
Com a evolução da doença, podem aparecer dor abdominal, dores articulares, diarreia. A doença também atinge o sistema neurológico.
Cuidados e prevenção – Evite o contato com áreas afetadas. Examine seu corpo cuidadosamente a cada três horas. Use roupas claras porque facilitam enxergar melhor os carrapatos.
Ao chegar de locais onde pode haver carrapatos é necessário um minucioso exame no corpo
Ao chegar de locais onde pode haver incidência de carrapatos, é necessário minucioso exame no corpo
Coloque a barra das calças dentro das meias e calce botas de cano mais alto nas áreas que possam estar infestadas por carrapatos, mesmo assim, enrole fita adesiva para prender a calça na bota. Tenha cuidado ao retirar o carrapato que estiver grudado na pele. Retire-o de preferência com uma pinça fazendo uma leve torção lateral. Não espremer ou aplicar qualquer produto quando ele ainda estiver no corpo por que, assim, o carrapato pode ter a reação de liberar a bactéria Rickettsia rickettsii causadora da Febre Maculosa.
Fonte: Sílvia Martins/Jornal O Diário do Noroeste

Um comentário

  1. Pingback: loans