Home » Notícias » Romário sai na frente na disputa pelo governo do RJ

Romário sai na frente na disputa pelo governo do RJ

Romário liderara as intenções de voto no RJ. Para presidente, sem Lula na disputa, Jair Bolsonaro segue na frente

Pesquisa divulgada nesta sexta-feira (20) mostra que se as eleições fossem hoje, o senador e ex-jogador Romário de Souza Faria (Podemos) venceria a disputa pelo governo do Estado do Rio de Janeiro. Romário lidera as intenções de voto, segundo levantamento do Instituto Paraná Pesquisas.

O atual senador Romário lidera com folga a disputa pelo governo do RJ. Foto: Divulgação

De acordo com a pesquisa, que ouviu 1.860 eleitores entre os dias 14 e 19 de julho, Romário lidera a disputa com 24,3% das intenções de voto, que apontou como segundo colocado,o ex-prefeito da capital carioca, Eduardo Paes (DEM), com 15,1%.

Segundo a pesquisa, quem aparece em terceiro lugar na preferência dos entrevistados é o ex-governador do estado Anthony Garotinho (PRB), com 13,5% das citações.

Na sequência vem Índio da Costa (PSD) (7,2%), em quarto lugar e Tarcísio Motta (Psol) (3,8%), em quinto.

Índice de rejeição dos pré-candidatos

Entre os pré-candidatos, Romário é o que tem a menor rejeição entre os cinco mais bem colocados. Segundo a pesquisa, 47,6% afirmam não votar nele de jeito nenhum para governador do Rio. Comparado com Paes, candidato mais próximo de Romário, que tem 62% de rejeição.

O mais rejeitado pelo eleitorado do Rio é o ex-governador do Estado, Anthony Garotinho, que aparece na pesquisa com 72,5%. |Foto: Reprodução

Veja o desempenho de todos os candidatos para o governo do Estado:

Romário – 24,3%

Eduardo Paes – 15,1%

Garotinho – 13,5%

Índio da Costa – 7,2%

Tarcísio Motta – 3,8%

Pedro Fernandes – 2,7%

Marcia Tiburi – 2,1%

Marcelo Trindade – 2%

Juiz Wilson Witzel – 1,8%

Marcelo Delaroli – 1%

Rubem César Fernandes – 0,9%

Leonardo Giordano – 0,6%

Não sabe – 3,7%

Nenhum – 21,3%

A pesquisa divulgada nesta sexta-feira tem a margem de erro de 2,5 pontos percentuais e atinge um índice de confiança de 95%. O estudo está registrado no Tribunal Superior Eleitoral sob o nº RJ-06304/2018.

 

Pesquisa para o Senado

Já para as duas vagas no Senado Federal, a pesquisa do Instituto Paraná, divulgada em 11 de maio deste ano, apontava amplo favoritismo para uma das vagas, sendo o atual deputado estadual Flávio Bolsonaro, o preferido dos entrevistados, aparecendo nas pesquisas com confortáveis 32,3% das intenções de voto.

O deputado estadual Flávio Bolsonaro lidera com folga a pesquisa por uma das duas cadeiras ao Senado pelo RJ. Foto: Divulgação

Em segundo lugar, apareceu o ex-prefeito e atual vereador Cesar Maia (DEM) com 20,6%, em empate técnico com a ex-delegada de Polícia e atual deputada estadual Martha Rocha do PDT, que obteve 20,4% da preferência do eleitorado.

Em quarto lugar, Chico Alencar, atualmente deputado federal do PSOL, recebeu 16,3% das indicações, sendo seguido em quinto e sexto lugar lugar pelos dois atuais senadores que disputam a reeleição, Lidbergh Faria (PT) e Eduardo Lopes (PRB), que aparecem respectivamente com 15,5% e 6,4%.

A pesquisa tem a margem de erro máxima  de 2,5 pontos percentuais para mais ou para menos.
Para a presidência da República

Segundo levantamento realizado entre 16 e 18 de junho, desconsiderando a candidatura do ex-presidente Lula, o deputado federal Jair Messias Bolsonaro aparece em primeiro lugar nas pesquisas com percentuais entre 20% e 23% das intenções de voto nas simulações de primeiro turno, com pelo menos 8 pontos de vantagem para o segundo colocado, como mostra a pesquisa da XP/Ipespe, divulgada também nesta sexta-feira (20).  Brancos, nulos e indecisos somam 61% na pesquisa espontânea.

A segunda colocada, a ex-senadora Marina Silva (REDE) aparece com oscilações entre 8% e 12%, enquanto o ex-governador do Ceará Ciro Gomes ( PDT) aparece com percentuais entre 7% a 10% das intenções de voto.

O ex-governador de São Paulo, Geraldo Alkmin, do PSDB aparece em quarto lugar com o percentual oscilando entre 7% e 9%.

O número de votos brancos, nulos ou indecisos é de 36% com Lula fora da disputa, com este número caindo para 19% com a candidatura do petista.

A margem de erro da pesquisa é de 3,3 pontos percentuais.

Na última pesquisa divulgada em maio, o deputado federal e pré-candidato Jair Bolsonaro liderava a corrida presidencial com mais que o dobro da segunda colocada. FOTO: Dida Sampaio/Estadão

O índice de rejeição dos principais pré-candidatos

A pesquisa perguntou aos entrevistados sobre os candidatos que não votariam sob nenhuma hipótese. O líder em rejeição, segundo o levantamento, continua sendo o nome do ex-presidente Lula, com 60% das opiniões.

O levantamento também apontou um empate técnico com 4 candidatos, sendo Ciro Gomes o primeiro a ter maior rejeição, com 59%, seguido de perto por Geraldo Alkmin com 58%, Marina Silva, com 57% e Fernando Hadad com 56%. Entre os principais nomes, Jair Bolsonaro é o que aparece com menor índice, 53% de rejeição.

A pesquisa do XP/Ipespe  foi realizada por telefone com 1 mil entrevistados em todas as regiões do país. O intervalo de confiança é entre 95,45% e a margem de erro estabelecida em 3,2% pontos percentuais.

O levantamento está registrado no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob o código BR- 02843/2018 e teve o custo de R$ 30.000,00.

Fontes: O Povo/ Campos 24 Horas / Exame/ Jornal do Brasil/ Infomoney

Veja também

Porciúncula: Léo e Riandro tem o apoio de 14 partidos

” A União que Porciúncula Precisa”, com 14 partidos, confirma apoio a Léo e Riandro …

Veja as datas e regras das eleições em 2016

Confira o calendário da disputa que elegerá prefeitos e vereadores, com as datas e regras das eleições …

Convenções partidárias serão entre 20/07 e 5/08

Eleições Municipais 2016: confira as datas para convenções partidárias e registros de candidaturas A Reforma …

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: