Home » Esportes » Automobilismo » Temporada 2014 de Formula 1

Temporada 2014 de Formula 1

 Por Leandro Fernandes

 

Depois de tantas mudanças e  4 etapas do mundial (Austrália, Malásia, Bahrein e China), vai aqui um breve resumido mundial de Formula 1

Formula 1
Domínio total da Mercedes no inicio da Temporada 2014

– A Mercedes vem liderando o mundial com sobras, seus pilotos Rosberg e Hamilton ganharam todas as etapas até o momento, com destaque para Hamilton que ganhou três corridas enquanto Roberg apenas uma. Com carro 100% equilibrado, um motor que há tempos é tido como mais potente da F1, pilotos conduzindo os carros sem cometer erros e com pit-tops perfeitos a flecha de prata (Mercedes) lidera os mundiais de pilotos e construtores com 157 pontos… Nem tudo são flores na 1ª corrida do ano Hamilton foi obrigado a abandonar o GP da Austrália por causa de um mal contato do cachimbo do cabo de velha uma peça que custa algo entorno de U$ 5,00 (cinco dólares) e na quarta etapa, o GP  da China Roberg fez toda a corrida sem telemetria para os box (os engenheiros nos box não tinham informação do desgaste do carro), sendo assim os engenheiros não podiam orientar o piloto como conduzir o carro.

– A Red Bull depois de uma pré-temporada desastrosa  com problemas na comunicação do motor Renault com o ERS (sistema de recuperação de energia), causando perda de potencia e até mesmo colapso no carro (literalmente o carro parava). Começou a temporada com problemas na 1ª corrida com Vettel abandonado logo nas primeiras voltar e Riccardo após chegar em segundo lugar na corrida foi desclassificado por problemas na peça (fluxometro) que controla o consumo de gasolina. Nas outras três etapas a Red Bull veio evoluindo mostrando todo poder de recuperação, corrigindo alguns problemas importantes que permitiram a marcação de pontos importantes para o campeonato conseguindo alcançar a vice-liderança do mundial de construtores com 57 pontos.

Force India Utilizando motor Mercedes, um chassi bem equilibrado nas saídas de curva, uma boa aerodinâmica em retas, pilotos constantes e pit-tops sem erros conseguiu marcar pontos em todas as corridas e esta em terceiro lugar no mundial de construtores com 54 pontos.

A Ferrari continua o velho dilema da Ferrari aerodinâmica ruim e motor que consome muita gasolina e esta com menos combustível para a corrida Alonso e Kimi terão que fazer magica. Até estão fazendo, conseguindo marcar alguns pontos mais ainda é pouco para o investimento da Ferrai. A crise se instalou após a terceira corrida e culminou na demissão do seu chefe (Stefano Domenicali) de equipe depois de 25 anos de Ferrari e seis como chefe de equipe. Apesar do terceiro lugar na ultima etapa ainda existe muito a ser feito na casa de Maranello. Quarto lugar no Mundial de construtores com 52 pontos, vale apena lembra que se a Ferrari não estiver entre as 2 primeira colocadas no final do ano Fernando Alonso pode sair sem pagar multa e escolher outra equipe para correr.

– A McLaren Também utiliza motor Mercedes, Ron Denis seu principal diretor voltou a ser figura presente nos  box, o carro ainda tem problemas de equilíbrio e problemas na entrada e nas saídas de curva, com o motor é forte tem conseguido marcar pontos importantes, usa maior contratação foi fora das pistas Eric Boulier (Ex-chefe de equipe da lotos) nos últimos anos. Acredito que possam evoluir muito ao longo do ano.

– A Williams de longe foi a equipe que mais investiu e trabalhou nos bastidores no final do ano passado, tudo isso baseado em um processo de reestruturação que começou em outubro do ano passado com a chegada de Pat Simonds (Projetista  e quase uma lenda viva da F1), um contrato de patrocinador principal com a fabricante de bebidas italiana que completa 180 anos neste 2014, com isso a necessidade de contratar um piloto com prestigio na Itália e no Brasil seu 2 maiores mercados ( Lê se Felipe Massa), por isso trouxeram  Felipe da Ferrari a peso de ouro em um contrato de 5 anos, com direto a trazer o seu engenheiro de pista (Rob Smadley) da Ferrari para ser o chefe dos engenheiros corrida da Willians e para fechar o pacote contratou também o motor Mercedes para 2014. Foram mantidos os pilotos Valtteri Bottas para ocupar o outro carro, como piloto reserva  a Susie Wolf e a surpresa brasileira a contratação do Felipe Nasr com de um banco brasileiro. Com certeza tinha que dar um bom fruto o carro nasceu bem é o mais rápido em reta ( melhor aerodinâmica), um bom equilíbrio porem falta aderência nas saídas de curva e com isso perde tempo precioso.  A Equipe não esta em uma posição melhor no campeonato de construtores porque tem faltado sorte, na  1ª corrida Felipe foi abalroado pelo japonês Kobaiashi logo na largada, na 3ª etapa o Safety –car muito logo atrapalhou a estratégia de corrida dos dois carros da equipe e na 4ª uma lambança no primeiro pit-stop da corrida tirando qualquer chance do Felipe na corrida da China. Mesmo assim a equipe conseguiu marcar 36 pontos no mundial de construtores na sexta posição.

– A Toro Rosso com os mesmos problemas da sua co-irmã Red Bull por também utilizar os motores  Renault e com 2 pilotos consistente vem fazendo um bom trabalho dentro da realidade do carro. Marcaram apenas 8 pontos no mundial de construtores.

– A Lotus com problemas na comunicação do motor Renault com o ERS e por problemas financeiros no final do ano passado acabou perdendo vários engenheiros e técnicos para outras equipes, resultando  em uma pré-temporada assombrosa com atrasos na fabricação do carro e um inicio de temporada lamentável. Aparentemente o problema financeiro foi resolvido.

“O inicio da temporada também foi marcado pelo acidente espetacular entre os pilotos Esteban Gutierrez(Sauber), o carro voando em capotamento e  Pastor Maldonado (Lotus), o causador do acidente”

Formula 1
Esteban Gutierrez(Sauber) e Pastor Maldonado(Lotus)

– A Sauber com a manutenção do fornecimento de motor com autoconsumo de combustível continua e o carro desse ano nasceu 20 quilos mais pesado que os outros concorrentes, simplificando o carro é lento por causa desses dois fatores seus pilotos precisaram de muita sorte e trabalho dos engenheiros para resolver isso sem gastar muito visto que a Sauber tem problemas de buget (orçamento).

– Marussia e Caterham a primeira com motor Ferrari e Segunda com motor Renault lutam com os problemas pertinentes as essas duas marcas já citados em outras equipes e com pouco buget (orçamento) para a temporada servem atualmente só para compor o Grid de largada.

Acredito que todas as equipes vão trazer mudanças para próxima corrida, que será o inicio da fase europeia da F1….

 

 

Veja também

F1: Massa bate as Mercedes e é Pole na Austria…

  A Mercedes teve sua sequência quebrada também nos grids de largada em 2014 e …

F1: O Multi-campeão Michael Schumacher saiu do coma e deixa hospital de Grénoble.

            Assessora de imprensa de Michael Schumacher confirmou por meio …

F-1: Sergio Pérez foi considerado culpado no acidente com Felipe Massa no GP do Canadá.

        Neste domingo (8), durante a última volta da corrida, o mexicano …