Home » Destaques » Tombense joga mal e perde dentro de casa

Tombense joga mal e perde dentro de casa

Na partida de volta, que será realizada em Alagoas, Tombense terá que vencer por 3 gols para se classificar. 

Jogando um futebol abaixo do esperado, a equipe do Tombense frustrou sua torcida  nesta segunda-feira (18) e perdeu em casa, a primeira partida que decide o acesso a Série C do Campeonato Brasileiro.

A derrota para a equipe do CSA de Alagoas por 2 x 0, complicou muito a situação do Gavião Carcará, que terá que vencer a partida de volta por 3 gols de diferença, para se classificar para a próxima fase da Série C do Campeonato Brasileiro.

Com um jogo burocrático e sem criatividade, a equipe do Tombense foi envolvida pelo adversário durante a partida. Apático, o time poderia ter um resultado ainda pior, visto que, teve um jogador expulso aos 34 minutos do primeiro tempo.

O próximo jogo será no Estádio Rei Pelé, em Alagoas, na próxima segunda-feira, (25), às 20h30.

Como foi a partida

No primeiro tempo do  jogo, a equipe do Tombense  começou com maior tempo de posse de bola, mas esbarrou na bem montada defesa do CSA, que fora de casa, jogava retrancado apostando nos contra-ataques.

Se limitando a passes na intermediária e não conseguindo furar a retranca adversária, o Tombense não levava perigo ao gol adversário.

Aos 17 minutos, a primeira emoção do jogo veio nos pés do adversário, quando  Edinho recebeu bola de Daniel Costa pela direita e bateu para defesa de Darley.

Bem posicionado, marcando e jogando nos contra-ataques o CSA levou a defesa do Tombense a cometer seu primeiro erro. Aos 25 minutos, o volante Natan levou seu primeiro cartão amarelo, após falta em Daniel Costa.

Aos 34 minutos, o lance que prejudicou todo o time do Tombense: No meio do campo, 9 minutos depois de receber um cartão amarelo, Natan

recebe seu segundo cartão amarelo e consequentemente, vermelho, ao entrar de carrinho, por trás, no jogador Michel Douglas, ainda aos 34 minutos do primeiro tempo.

Com um jogador a menos,a equipe do Tombense se retraiu e o CSA partiu para o ataque. Aos 42 minutos, o visitante quase abre o marcador, quando o jogador Daniel Costa cruzou pela direita, a bola desviou na zaga e Michel cabeceou. A bola bateu na trave, nas costas de Darley e saiu para escanteio. Ainda tentando se reorganizar em campo, a equipe do Tombense toma o primeiro gol: Na cobrança, Marcos Antônio bateu curto, Michel se antecipou e, de cabeça, marcou o primeiro gol do jogo e o sexto dele na Série C.

Michel Douglas abriu o placar para o CSA

No segundo tempo do jogo, a equipe do Tombense, jogando com menos um, se retraiu ainda mais e pouco foi ao ataque, tentando manter o resultado, que mesmo ruim, poderia ser revertido na próxima partida fora de casa.

Jogando em vantagem, o CSA manteve a paciência da etapa inicial e usou a estratégia de rolar a bola, cansando o adversário  e esperando o melhor momento para ampliar o placar.

Aos 9 minutos, o CSA deu a primeira estocada, com Daniel Costa lançando Michel, mas o assistente Alessandro Rocha assinalou impedimento. Aos 13 minutos, Daniel Costa chutou de fora da área, mas a bola não levou perigo para a meta do Tombense.

Pouco depois, na única oportunidade que teve, o Tombense chegou ao ataque com Carlos Neto, mas este, finalizou em cima do goleiro Jorge Fellipe.

Aos 33 minutos, o jogador Caique, que entrou na vaga de Marcos Antônio, aproveitou falha da zaga mineira e bateu cruzado e quase amplia. Com o goleiro batido, Wellington Carvalho tirou em cima da linha.

Aparentando estar satisfeito com o resultado e com o jogo chegando a seu final, a equipe foi castigada, mais uma vez, nos minutos finais de uma partida: Aos 46 minutos do segundo tempo, após receber um passe de Daniel Costa, o jogador Boquita (ex-Corinthians), de fora da área, acerta um belo chute rasteiro e marca o segundo gol do CSA, calando de vez, a torcida do Gavião Carcará, que ainda via, na derrota de 1 x 0, alguma chance de vitória no próximo jogo, em Alagoas.

Foi a primeira derrota da equipe do Tombense, jogando em casa. Na próxima segunda, às 20h30 (Brasília), até com uma derrota por um gol de diferença no estádio Rei Pelé, em Maceió, o CSA garantirá sua classificação e, consequentemente, uma vaga na segunda divisão nacional de 2018.

Veja os gols do jogo

Como fica a situação:

Vice-líder do Grupo A, o CSA fechou a primeira fase com 32 pontos e garantiu o segundo jogo da decisão em casa. O Tombense ficou com 26 pontos na terceira posição do Grupo B. Por isso, a decisão do acesso fica para o Estádio Rei Pelé na próxima segunda-feira (25), às 20h30.

Regulamento

Em caso de empate em pontos ganhos ao final da segunda fase, o desempate será efetuado observando-se os critérios abaixo:

1º) maior saldo de gols;
2º) maior número de gols assinalados no campo do adversário;
3º) cobrança de pênaltis, de acordo com os critérios adotados pela International Board.

Veja os melhores momentos do jogo

Ficha técnica

Tombense

1- Darley
2- Wellington
3- Wellington Carvalho
4- Ednei
6- Marrone
5- Natan
8- Everton (17- Lucas de Sá, aos 39′ do 2º tempo)
7- Allan Dias
10- Ewerton Maradona (19- Everton Dias, aos 37′ do 1º tempo)
11- Keké
9- Carlos Neto (16- Gelson Mello, aos 20′ do 2º tempo)

Técnico: Raul Cabral

Banco: 12- Paulo Victor, 13- Anderson, 14- Samuel, 15- Denis Neves, 16- Gelson Mello, 17- Lucas de Sá, 18- Lucas Mineiro, 19- Everton Dias, 20- Diego, 21- Pipico, 22- Maycon e 23- Tauã.

CSA

31- Mota
2- Celsinho
3- Leandro Souza
4- Jorge Fellipe
6- Raul Diogo
5- Dawhan (22- Michel Schmöller, aos 27′ do 2º tempo)
8- Boquita
7- Edinho
10- Daniel Costa
11- Marcos Antônio (16- Caíque, aos 32′ do 2º tempo)
9- Michel (19- Didira, aos 39′ do 2º tempo)

Técnico: Flávio Araújo

Banco: 12- Alexandre Cajuru, 13- Dick, 14- Rodrigo Lobão, 15- Cristiano, 16- Caíque, 17- Vanger, 18- Francisco Alex, 19- Didira, 20- Rosinei, 21- Gustavinho, 22- Michel Schmöller e 23- Maxuell Samurai.

Cartão amarelo

Tombense: Natan (2).

CSA: Dawhan.

Cartão vermelho

Tombense: Natan.

Arbitragem

Árbitro: Jailson Macedo de Freitas (CBF/BA);

Auxiliar 1: Alessandro Álvaro Rocha de Matos (FIFA/BA);

Auxiliar 2: Elicarlos Franco de Oliveira (CBF/BA);

4º árbitro: Diego Pombo Lopez (CBF/BA).

Fonte: gazetaweb/ esporteinterativo/futiboliinterior

Veja também

Carnaval em Tombos: GRES União do Povo foi o destaque

Veja a segunda parte de como foi o carnaval em Tombos na noite de domingo, …

G.R.E.S. União do Povo sacudiu o carnaval em Tombos

Veja como foi o carnaval em Tombos na noite de domingo. G.R. Escola de Samba …

Carnaval em Tombos: Veja como foi a sexta-feira

O carnaval da cidade mineira de Tombos mostrou que é mais forte do que a …