Home » Esportes » Automobilismo » Will Power vence prova 1 em Detroit e Kanaan é terceiro lugar.

Will Power vence prova 1 em Detroit e Kanaan é terceiro lugar.

Leandro Fernandes
Por Leandro Fernandes

 

Em Prova muito disputada com vários lideres, Will Power venceu com uma estratégia discreta, que passou a funcionar no final depois da ultima bandeira amarela, a mesma que ajudou Kanaan chegando em terceiro e tirou Helio Castroneves do podium chegando em quinto.

indy8Will Power (vencedor)

A corrida:

Um problema de menor importância afligiu Helio e a Penske no momento em que foi dada a ordem para os motores serem ligados: o ‘starter’ não funcionou, e o brasileiro acabou saindo atrasado dos pits. Na largada para valer, Castroneves partiu bem e não deu chances a James Hinchcliffe, que acabou perdendo o segundo lugar para Jack Hawksworth. Kanaan pulou de oitavo para quinto.
Relargada na nona, quem apareceu bem lá atrás foi Graham Rahal, passando uma penca de pilotos e saltando de décimo a sexto. A amarela voltou na 16ª por causa do acidente de Mike Conway: o quarto colocado, que vinha pressionando Hinchcliffe, errou a manobra da curva 12 e bateu. Novo desespero para Ed Carpenter, que vê de novo o carro #20 batido – na semana passada, foi justamente Hinchcliffe que o jogou no muro na Indy 500.
A parada serviu para os ponteiros irem aos pits. Foi lá que Hawksworth ficou: o disco de freio da roda dianteira esquerda simplesmente quebrou. E de novo o jovem e promissor inglês via o azar lhe vencer. Rahal aproveitou para assumir a ponta, optando por uma tática diferente, trazendo Andretti e Power na sequência
494846665Graham Rahal (segundo colocado)
O filho de Bobby encaixou uma série de voltas rápidas com seus pneus pretos e abriu confortável vantagem até que parasse na volta 27; na seguinte, Andretti foi e deu a Power a ponta. O australiano da Penske trocou seus pneus e reabasteceu na 30. Mikhail Aleshin, último no grid, assumiu a primeira posição, apenas por dois giros. A corrida restabelecia seu ritmo inicial, com Castroneves retomando o comando da corrida.
A volta 38, a terceira depois da metade da proba, marcou a presença da terceira bandeira amarela: desta vez, Josef Newgarden foi o causador, batendo na curva 7. A paralisação demorou mais do que o comum porque a barreira de pneus foi acertada e borrifou água na passagem. Coisas que Detroit sempre reserva com carinho para macular sua imagem.
Novamente em ação, Castroneves não teve dificuldade alguma em abrir distância para Hinchcliffe. Logo atrás, Kanaan passou de sétimo a quinto superando Hunter-Reay e Montoya com facilidade.
2014 Chevrolet Detroit Belle Isle Grand Prix Day 1Tony Kanaan
A partir da volta 47, os primeiros colocados iniciaram suas novas paradas, promovendo novamente Power à condição de líder, com Kanaan e Rahal no embalo. Os três fizeram sua visita final aos pits depois, alçando Briscoe.
Então segundo colocado, Andretti passou a segurar o pelotão de forma muito lenta para tentar economizar combustível e não parar mais. O norte-americano foi tão lento que permitiu à turma Power/Rahal/Kanaan voltou à frente de Castroneves. Lá no bololô, Aleshin tentava recuperar a ultrapassagem que tomara de Helio em uma freada. Não conseguiu, mas se deu mal: Hinchcliffe vinha embalado atrás e tocou no carro do russo, fazendo com que rodasse e provocasse mais uma amarela.
Assim, a ordem mostrava um Briscoe que rezava para que a prova tivesse mais interrupções, tendo Power, Rahal e Kanaan em seu cangote australiano. Faltando 12 giros para o fim, veio a verde.
Briscoe só aguentou uma volta: um errinho na entrada de uma curva permitiu a Power voltar ao primeiro posto. Rahal não perdeu tanto tempo e foi na balada de Power na passagem seguinte. Kanaan não precisou passar o australiano – foi aos boxes.
Não demorou muito para que o arretado Rahal colasse em Power para buscar a vitória. Parecia ter muito mais equipamento em condições. Mas o esboço de ataque durou apenas duas voltas. Depois de ter cometido um errinho, uma leve diferença foi aberta e só foi diminuída no giro final. O pódio ficou intacto.Wilson fez uma prova burocrática e sem brilho. E ainda assim foi quarto. Castroneves cruzou colado no inglês. Ainda antes do fim, os retardatários Hakwsworth e Aleshin se acharam na pista. Sobrou para Hunter-Reay, que colhe as consequências do cansaço pós-vitória na Indy 500.
 Fonte: grandepremio.com.br

Veja também

Hélio Castroneves Vence Corrida 2 em Detroit.

  Hélio Castroneves não vencia na Fórmula Indy há quase um ano. Neste final de …

Sato é Pole na Corrida 2 em Detroit e Catroneves é o Terceiro.

  Em uma classificação com sistema diferente e de apenas 30 minutos de duração, Takuma …

Brasil sai na Pole na F-Indy hoje em Detroit as 16:30.

  Castroneves confirmou a grande forma em Detroit e ficou com a primeira pole em …

Um comentário

  1. Pingback: instant cash loans