Home » Destaques » Zé Bonitinho, o perigote do Brasil se foi!

Zé Bonitinho, o perigote do Brasil se foi!

O consagrado ator Jorge Loredo, criador e intérprete do célebre personagem Zé Bonitinho, faleceu no dia de hoje, 26 de março no Hospital São Lucas, no Rio de Janeiro, onde estava internado com graves problemas pulmonares.

jorge loredo
Zé Bonitinho. Foto: Divulgação.

 

O ator e comediante estava inicialmente em um quarto particular mas, com o agravamento de seu caso, no dia 14 deste mês, foi transferido para a UTI. Segundo dados do hospital, o seu estado foi agravando até gerar uma falência múltipla de órgãos, que o levou a morte.

 

Apesar da idade, o ator e humorista continuou em atividade até pelo menos dois anos atrás, usando as redes sociais para contatar os fãs e divulgar a agenda de shows.

No carnaval deste ano, a Escola de Samba União da Ilha, que teve como enredo a beleza em suas várias interpretações, havia convidado Jorge Loredo para participar do desfile da escola, mas já internado e debilitado pela doença, Jorge Loredo não pôde participar do desfile.

Autor e intérprete de vários personagens de grande sucesso, foi como Zé Bonitinho, que Jorge Loredo se consagrou na televisão brasileira.

jorge loredo6
Zé Bonitinho, o perigote das mulheres, em ação. Foto:Divulgação

Dono de bordões inesquecíveis, como “Câmera, close, microfone please” e “Mulheres do meu Brasil varonil, vou dar a vocês um tostão da minha voz!”, o perigote das mulheres, como o próprio  personagem se auto intitulava, divertiu gerações com seu topete enorme e sempre ajeitando a cabeleira com um pente tão grande quanto seus óculos.

Como “Zé Bonitinho”, Jorge Loredo participou com destaque em vários programas humorísticos, com destaque no “A Praça é nossa”, no SBT.

jorge loredo8
Com Kelly Key e Carlos Alberto de Nóbrega no SBT. Foto: Divulgação.

 

 

jorge Louredo2
Jorge Loredo tem 89 anos e aniversaria em março. Foto: Divulgação.

Jorge Loredo nasceu em 7 de maio de 1925 no Rio de Janeiro. Filho de Luiza Rodrigues Loredo e do comerciante Etelvino Ignacio Loredo, Jorge foi criado no bairro de Campo Grande. Aos 12 anos foi diagnosticado com osteomielite na perna esquerda. A dor constante, só curada nos anos 70, fez de Loredo um garoto introvertido e cabisbaixo. Aos 20 anos, devido a uma tuberculose, foi internado num sanatório. O que parecia ser mais uma tragédia foi, ao contrário, sua salvação. Incentivado pelos médicos, participou de um grupo teatral no hospital e descobriu a vocação de ator.jorge loredo10

Após receber alta, um teste vocacional identificou tendência para “atividades exibicionistas”. Loredo procurou uma escola de teatro em busca de papéis “sérios”. A contragosto, sua primeira audição foi para representar o monólogo cômico Como Pedir uma Moça em Casamento. Aprovado, adotou o humorismo como profissão.

Inspirado em um colega metido a conquistador, criou o personagem Zé Bonitinho, um pretenso garanhão que sempre falhava na hora H, por já ter beijado muitas mulheres naquele dia.

Jorge Loredo começou a se destacar no programa “A Praça da Alegria”, interpretando o “Mendigo Filósofo”, que tinha o bordão “Como vai, meu nobre colega?”  e sua estreia na televisão foi em 1960, no programa “Noites Cariocas”, que tinha como roteirista, o grande Chico Anísio, mas foi como “Zé Bonitinho”, que o ator se consagrou.

jorge loredo 5
“Câmera, close, microfone please” O seu principal bordão. Foto: Divulgação.

Jorge Loredo foi homenageado em 2005  com o documentário “Câmera, Close”, do qual foi o tema.

Ele também atuou no cinema, participando de 12 filmes, entre eles “Sem Essa, Aranha”, de 1970, “O Abismo”, de 1977, “Chega de Saudade”, de 2008, e “O Palhaço”, de 2011.

jorge loredo11
Jorge Loredo e seu inesquecível personagem Zé Bonitinho

Val Oliveira/Blog do Tribuna

 

Veja também

“Zé Bonitinho”: É grave o estado do “perigote das mulheres”

O consagrado ator Jorge Loredo, criador e intérprete do célebre personagem Zé Bonitinho, está na …